A educação mudou para sempre devido à pandemia da COVID-19. Mais especificamente, evoluiu graças à dedicação, ao talento e à tecnologia.

Em 2020, escolas em mais de 100 países fecharam as portas para parar a propagação do coronavírus, o que interrompeu a educação de quase mil milhões de crianças em todo o mundo. Para os sortudos que puderam tirar partido da tecnologia e dos avanços no e-learning, o ensino doméstico substituiu as salas de aula.

No entanto, ao contrário de cursos e programas anteriores, esta mudança tinha de ser instantânea.

Foi uma "confusão", recorda Stephanie Keenoy, professora e superintendente na Achievement First, uma rede de 41 escolas autónomas nos estados de Connecticut, Nova Iorque e Rhode Island.

"Numa sexta-feira, tivemos de tomar a decisão de fechar todas as nossas escolas. Contudo, tínhamos de ter um plano para educar as nossas 15000 crianças pronto até segunda-feira. Nunca duvidámos da excelência do nosso trabalho."

Stephanie Keenoy

Stephanie Keenoy

Para a Achievement First, havia muito em jogo durante o confinamento. Muitas das crianças da respetiva rede eram provenientes de minorias e de famílias carenciadas e não tinham acesso a tecnologia ou à Internet.

Mel Oliveros, Senior Director of IT da Achievement First durante a pandemia, afirma que manter o contacto e a aprendizagem foi a principal prioridade.

"Ajudamos principalmente crianças negras e latinas pouco privilegiadas. Mesmo antes da COVID, sabíamos que um dia sem aprendizagem pode ter efeitos duradouros."

A comunidade escolar recorreu ao departamento de TI para obter respostas. Enquanto Vice President of Technology, Marques Stewart enfrentou o maior desafio da sua carreira: como organizar a sua equipa de menos de 20 pessoas para fornecer a cerca de 2800 funcionários e 15000 crianças de três estados acesso a tecnologia essencial que muitos nunca tinham utilizado.

Marques Stewart

Marques Stewart

Emoções e dúvidas

As soluções iniciais não foram, de todo, técnicas. Envolveram logística simples e tomadas de decisão rápidas.

Quando perceberam que as escolas iam começar a dar aulas online, a equipa de TI da Achievement First comprou milhares de Chromebooks e dongles MiFi antes que esgotassem.

Criança a brincar com Chromebooks

Com equipas de escolas individuais, conferiram o inventário de portáteis, desinfetaram-nos, atualizaram-nos e prepararam-nos para ser utilizados em casa.

Isso implicou a instalação de software familiar, como o Google Meet, o Google Classroom e o Google Docs, bem como programas nunca antes utilizados a nível estatal.

Um dos maiores desafios foi a distribuição dos dispositivos pelas escolas. Camiões partiram para Connecticut e Rhode Island, enquanto equipas de duas pessoas visitaram diversas zonas da cidade de Nova Iorque, onde as escolas estavam inacessíveis devido à propagação repentina do vírus. Garagens pessoais tornaram-se armazéns improvisados para a entrega de dispositivos ao domicílio.

"Fizemos tudo a que nos propusemos, mas foi muito difícil", disse Marques Stewart.

Houve muito cansaço, emoções e dúvidas. Foi uma corrida contra o tempo.

No final, a equipa de TI conseguiu configurar o ensino online para toda a rede de alunos e professores em três semanas.

Mel Oliveros a ensinar de forma remota

Mel Oliveros ensina de forma remota

Resolução de problemas e soluções híbridas

O trabalho de um profissional de TI não acaba após a configuração. Durante a pandemia, os problemas inevitáveis com o hardware, o software e o acesso à Internet aumentavam diariamente.

O departamento de TI substituiu a escola como o primeiro ponto de contacto para pais e tutores.

Como resposta, a equipa forneceu um sistema eficiente de pedidos de apoio de tecnologia, apoio técnico individual por telefone, bem como recursos e Perguntas frequentes para facilitar o trabalho remoto, tudo isto além da carga de trabalho habitual.

No entanto, existiam mais desafios a caminho.

No outono, algumas crianças regressaram às salas de aula e os professores tiveram de ensinar de forma presencial e remota, muitas vezes ao mesmo tempo.

A Achievement First necessitava de um novo modelo híbrido. Mais uma vez, a equipa investigou a tecnologia disponível e desenvolveu uma solução rápida.

"Instalámos câmaras e ecrãs nas salas de aula e formámos os professores para preparar as crianças que ainda se encontravam em regime remoto", explicou Mel Oliveros.

Foi um sucesso instantâneo.

Crianças a participar numa aula virtual

"Assim que a ligação de vídeo foi estabelecida, as crianças ficaram extasiadas quando viram as outras crianças na escola. Penso que foi entusiasmante verem novamente a sala de aula."

As imagens de vídeo ainda fazem Marques Stewart sorrir.

"Fiquei muito orgulhoso do trabalho que fizemos. As crianças puderam ver como funcionava a tecnologia e acharam isso espetacular.

"Estávamos à procura de formas de fazer coisas fantásticas e inéditas, mas valeu a pena porque essas crianças conseguiram obter uma educação."

Criança a estudar com um portátil

Sobreviver e prosperar

Marques Stewart afirma que a crise da COVID deu à sua equipa uma oportunidade de mostrar que, tal como os professores, se preocupa muito com as crianças e os respetivos resultados académicos.

Afirma que foi bom ser reconhecido quando os profissionais de TI são tantas vezes invisíveis.

"Antes, estávamos na periferia. Este ano, fomos uma peça central", afirmou.

"Estou orgulhoso da flexibilidade, engenho e esforço da equipa para possibilitar a realização do ano letivo. Tivemos dificuldades que espero nunca mais enfrentar."

Em retrospetiva, Stephanie Keenoy diz que os últimos 18 meses foram "os mais difíceis e desafiantes" dos seus 18 anos de carreira. No entanto, descreve os membros da equipa de TI como "super-heróis".

No ano passado, as nossas escolas não teriam funcionado sem o nosso departamento de TI. As crianças, os professores, as famílias e os líderes obtiveram aquilo de que precisavam graças aos profissionais de TI.

A comunidade escolar não só sobreviveu, como prosperou. A participação virtual permaneceu consistente entre os 98% e os 99%. Os funcionários da Achievement First ficaram surpreendidos quando mediram o empenho dos alunos no ano passado.

"O empenho aumentou num ano em que a maioria das crianças estava em regime remoto", afirmou Stephanie Keenoy. "Os nossos alunos cresceram academicamente."

"As nossas crianças obtiveram uma excelente educação no ano passado e estou grata por isso."

Rapariga com um Chromebook

Preencher as lacunas com tecnologia

Com o início de um novo ano letivo, existe a esperança de que as crianças poderão continuar com o ensino presencial.

Contudo, Marques Stewart acredita que a importância da tecnologia durante a pandemia da COVID-19 continuará a aumentar e que a norma será um regime misto de ensino presencial e remoto.

"Existem definitivamente vantagens no ensino presencial e no sentimento de comunidade. No entanto, a tecnologia mostrou que esse não é o único caminho. É possível criar uma comunidade e conetividade."

"Podemos ser criativos com a tecnologia para preencher as lacunas na educação. Penso que foi uma revelação."

Faça um donativo à organização Achievement First.

Celebre um Leaptaker que conheça

Todos os dias, as equipas de TI fazem coisas extraordinárias. Pode ajudá-las a ter a atenção que merecem. Crie uma mensagem de agradecimento personalizada e partilhe-a com a hashtag #Leaptakers ou por email.

Criar e partilhar
Celebrar um Leaptaker

Notícias do Chrome Enterprise

Mantenha-se a par com o boletim informativo do Chrome Enterprise

* Obrigatório

Introduza o nome próprio.

Introduza o apelido.

Introduza um email válido.

Introduza uma empresa.

Introduza um cargo.

Este campo é obrigatório para nos ajudar a encaminhar o seu pedido com base no seu setor.

Selecione um país.

Este campo é obrigatório.

Ao enviar este formulário, aceito partilhar as minhas informações pessoais e concordo que as informações fornecidas estarão sujeitas à Política de Privacidade da Google.

Agradecemos o seu contacto.

O seu pedido foi recebido.

Forma do fundo
Seguem-se alguns tópicos que podem ser do seu interesse:
Ligue-se a nós

Siga o Chrome Enterprise no LinkedIn e mantenha-se a par das novidades mais recentes.

Siga-nos
Experimente a Atualização do Chrome Enterprise

Efetue a gestão dos dispositivos com Chrome OS da sua organização de forma simples e segura com uma avaliação gratuita de 30 dias.

Inscreva-se